DATAHOLICS cria algoritmo de inteligência artificial para análise de crédito de desbancarizados – Valor Econômico

pub_3dataholics

 

Um mecanismo faz a coleta de dados de um grande grupo de informações públicas, analisa-os por meio da Inteligência Artificial, processa esses dados e auxilia na resolução de problemas grandes do mercado financeiro. Essa é a proposta da Dataholics, uma das habitantes do inovaBra habitat. A startup cria modelos distintos de Inteligência Artificial para gerar scores e saber quais produtos ou serviços oferecer para cada cliente, de forma bem assertiva.

“No social score, que é de positivação, quanto maior a nota, melhor a pessoa está posicionada economicamente e financeiramente. Temos também a renda presumida, em que usamos dados digitais”, conta o CEO, Daniel Mendes.

Além de identificar quais produtos oferecer, a Inteligência Artificial também aponta quais clientes têm tendência a se tornar inadimplentes.

“Graças a participação em muitos programas, vitórias em diversos prêmios e atuação no exterior, muitas empresas nos procuram. Não temos estruturada uma área comercial, pois nos esforçamos bastante para atender as demandas que já temos hoje”, afirma Mendes. A startup tem dois anos e meio de mercado e hoje conta com sete colaboradores.

Recentemente, a Dataholics fechou uma parceria com outra startup do inovaBra habitat, a DataH, para fornecer soluções de inteligência artificial para o mercado imobiliário. “Com esse serviço as construtoras e incorporadoras terão condições de fazer uma melhor análise de riscos e terão aumento na lucratividade”, explica Mendes.

A inteligência artificial, tecnologia usada pela Dataholics, é um dos eixos do inovaBra habitat, espaço de coinovação do Bradesco. Os demais pilares tecnológicos do local são API, blockchain, computação imersiva, internet das coisas (IoT) e big data.

Confira abaixo a entrevista em vídeo com Daniel Mendes: