Mês: novembro 2018

DATAHOLICS creates artificial intelligence algorithm for subprime people credit analysis – Valor Econômico (ENG)

pub_3dataholics

A mechanism collects data from a large group of public information, analyzes it through Artificial Intelligence, processes this data and assists in solving large problems in the financial market.

This is the proposal of DATAHOLICS, one of the inhabitants of inovaBra habitat. The startup creates different models of Artificial Intelligence to generate scores and know which products or services to offer for each customer, in a very assertive way.

“In the social score, which is positive, the higher the score, the better the person is economically and financially positioned. We also have presumed income, where we use digital data”, says CEO Daniel Mendes.

In addition to identifying which products to offer, Artificial Intelligence also points out which customers are prone to default.

“Thanks to our participation in many programs, winning several awards and acting abroad, many companies come to us. We don’t have a commercial area structured, because we put a lot of effort to meet the demands we already have today”, says Mendes. The startup has been in the market for two and a half years and currently has seven employees.

Recently, DATAHOLICS partnered with another startup from inovaBra habitat, DataH, to provide artificial intelligence solutions for the real estate market. “With this service, construction companies and developers will be able to make a better risk analysis and will have an increase in profitability”, explains Mendes.

Artificial intelligence, technology used by Dataholics, is one of the axes of inovaBra Habitat, Bradesco’s co-innovation space. The other technological pillars of the site are API, blockchain, immersive computing, internet of things (IoT) and big data.

Check out the video interview with Daniel Mendes below:

Follow us

DATAHOLICS cria algoritmo de inteligência artificial para análise de crédito de desbancarizados – Valor Econômico

pub_3dataholics

Um mecanismo faz a coleta de dados de um grande grupo de informações públicas, analisa-os por meio da Inteligência Artificial, processa esses dados e auxilia na resolução de problemas grandes do mercado financeiro. Essa é a proposta da Dataholics, uma das habitantes do inovaBra habitat. A startup cria modelos distintos de Inteligência Artificial para gerar scores e saber quais produtos ou serviços oferecer para cada cliente, de forma bem assertiva.

“No social score, que é de positivação, quanto maior a nota, melhor a pessoa está posicionada economicamente e financeiramente. Temos também a renda presumida, em que usamos dados digitais”, conta o CEO, Daniel Mendes.

Além de identificar quais produtos oferecer, a Inteligência Artificial também aponta quais clientes têm tendência a se tornar inadimplentes.

“Graças a participação em muitos programas, vitórias em diversos prêmios e atuação no exterior, muitas empresas nos procuram. Não temos estruturada uma área comercial, pois nos esforçamos bastante para atender as demandas que já temos hoje”, afirma Mendes. A startup tem dois anos e meio de mercado e hoje conta com sete colaboradores.

Recentemente, a Dataholics fechou uma parceria com outra startup do inovaBra habitat, a DataH, para fornecer soluções de inteligência artificial para o mercado imobiliário. “Com esse serviço as construtoras e incorporadoras terão condições de fazer uma melhor análise de riscos e terão aumento na lucratividade”, explica Mendes.

A inteligência artificial, tecnologia usada pela Dataholics, é um dos eixos do inovaBra habitat, espaço de coinovação do Bradesco. Os demais pilares tecnológicos do local são API, blockchain, computação imersiva, internet das coisas (IoT) e big data.

Confira abaixo a entrevista em vídeo com Daniel Mendes:


Follow us